RAIO-X DAS LESÕES – CANELITE

Tempo de leitura: 2 minutos

É comum a queixa de corredores com dores na região anterior da perna após treinos e corridas. Muitas vezes essas dores são banalizadas e não recebem a devida importância. Mas preste muita atenção: você pode estar sofrendo de uma canelite, que, caso não seja tratada, pode se transformar de uma dificuldade nas passadas a uma fratura por estresse.

Queixa comum entre os corredores, a canelite é mais presente em corredores que costumam correr médias e longas distâncias. Trata-se de uma inflamação que acomete o osso da tíbia (canela), caracterizada por dor na região anterior da perna que inicia durante o exercício, agravando após o excesso e volume da atividade física.

Isso pode evoluir para dor persistente mesmo após o fim da atividade física, podendo, em muitos casos, dificultar até o andar do atleta. Uma dica: aos primeiros sinais de dores na região anterior da perna procure um profissional para uma completa avaliação e o correto diagnóstico e tratamento. Só assim você terá condições de realizar suas atividades esportivas sem dificuldades ou maiores complicações.

Mas se você sente ou já sentiu alguma vez dores como essa, não se desespere. Até atletas de elite já tiveram de enfrentar esse incômodo. O mais indicado é que, nesse período, você pare de treinar e se dedique à melhora da dor. E para que ela não volte você precisa estar com a musculatura da região mais fortalecida. Outra medida eficaz é prestar atenção ao tênis correto para o seu objetivo.

Passar por uma avaliação funcional e baropodométrica com um fisioterapeuta e ver a necessidade do uso de uma palmilha. Na grande maioria das vezes a correção das alterações, porventura encontradas no exame estático e dinâmico do paciente, contribuirá para melhora e a não rescidiva do quadro.

Se for necessário, mude também certas características do seu treino. Evite correr em terrenos muito duros, como o asfalto. Se puder faça treinos na grama e em terra batida, para que o impacto na região seja menor. Preste atenção, também, ao aumento drástico do volume e da velocidade, muito comum em quem está começando e que está empolgado com a corrida. E não esqueça dos alongamentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *